Mesmo sem ainda ter concluído as 7 provas que compõem o Heptatlo masculinos dos Campeonatos de Portugal de Pista Coberta, competição que decorre na Expocentro de Pombal, Samuel Remédios da Juventude Vidigalense é para já a figura em destaque na edição de 2018 da principal competição individual em Pista Coberta.
 

No final da primeira jornada, completas que estão 4 provas, o atleta da JV lidera o Heptatlo com 3392 pontos, conseguindo três recordes pessoais, no salto com comprimento com 7.52 metros, no lançamento do peso com 13.70 metros e no salto em altura com 2.03 metros, ficando ainda a escassos 2 centésimos de segundo do seu recorde pessoal de 60 metros, registando 6.92 segundos.
 

Quando Mário Aníbal estabeleceu o recorde de Portugal, em Gent, somava no final da primeira jornada 3281 pontos, vendo hoje o seu pupilo somar mais 111 do que a marca alcançada pelo agora seu treinador, a 25 de fevereiro de 2000.
 

As três provas que faltam disputar no Heptatlo serão sem sombra de dúvidas um dos principais motivos de interesse da segunda jornada de Campeonato de Portugal de Pista Coberta, porque para além do recorde de Portugal podem proporcionar a Samuel Remédios um lugar entre a equipa que irá ao Mundial Indoor, em Birmingham.
 

A primeira jornada fica também marcada pela primeira participação de Pedro Pablo Pichardo (SL Benfica) no Campeonato de Portugal de Pista Coberta. Sem Nelson Évora, o campeão em título, Pichardo venceu o triplo salto com 16.73 metros, marca conseguida no segundo ensaio, depois de ter aberto o concurso com 16.42 metros, os únicos dois saltos que fez em Pombal. Carlos Veiga do Sporting foi segundo com 16.34 metros e Tiago Pereira do Benfica terceiro com 16.30 metros.
 

Nos 60 metros femininos Lorene Bazolo do Sporting voltou a confirmar a marca de qualificação para os Mundiais de pista coberta, vencendo a final em 7.30 segundos, enquanto na mesma distância mas em masculinos, Ancuiam Lopes também do Sporting venceu com um novo recorde pessoal de 6.65 segundos, deixando e seu colega de equipa e campeão de 2017, Carlos Nascimento, na segunda posição com 6.70 segundos e o jovem promissor Frederico Curvello do Benfica na terceira posição com 6.78 segundos.
 

Nos 5000 metros marcha masculinos João Vieira do Sporting venceu em 19:33.41 minutos e sagrou-se pela 18ª vez Campeão de Portugal de Pista Coberta. Se a estes juntarmos os títulos ao Ar Livre na Pista e no Nacional de Estrada nas distâncias de 20 km, 35 km e 50 km, João Vieira tem a impressionante soma de 46 títulos nacionais.
 

Também na marcha, mas no setor feminino, Ana Cabecinha do CO Pechão venceu em 12:39.39 minutos.
 

Nos outros aguardados despiques da tarde, Marta Onofre do Sporting venceu a Vara com 4.25 metros, deixando a sua colega de clube, Leonor Tavares, na segunda posição com 4.15 metros. No comprimento feminino Lucinda Gomes do Sporting, terceira com 5.98 metros, e Teresa Vaz Carvalho do Benfica, segunda com 6.17 metros, ainda lideraram o concurso, mas a vitória no final pertenceu a Evelise Veiga com 6.22 metros, que renova o título de campeã de Portugal de salto em comprimento em pista coberta, este ano com a camisola do Sporting, depois de em 2017 o ter feito com a camisola da Juventude Vidigalense.


No Salto em Altura femininos Catarina Queirós do Jardim da Serra e Catarina Fonseca do Sporting empataram para o primeiro lugar, ambas com 1.73 metros, dividindo o título de campeã de Portugal de pista coberta em 2018.
 

No Lançamento do Peso, Jessica Inchude do Sporting venceu com 16.41 metros, uma vantagem considerável sobre a segunda classificada, Eliana Bandeira da Juventude Vidigalense, que registou 15.03 metros.
 

Nos 1500 metros masculinos a vitória no campeonato sorriu a Miguel Mascarenhas do Benfica, que a correr na série secundária registou 3:52.52 minutos. Na série principal o mais rápido foi o queniano Davis Kiplangat do Sporting com 3:52.03 minutos, sem direito a subir ao pódio do campeonato, com Nuno Pereira do Estreito (3:53.08) e Miguel Moreira do Sporting (3:53.18) a terminarem nos lugares seguintes. Em femininos Carla Reis da Juventude Vidigalense venceu com 4:40.80 minutos, batendo ao sprint Cátia Santos do GD Estreito que terminou em 4:40.94 minutos.
 

Nos 400 metros, Rivinilda Mentai do Benfica venceu em femininos com 54.72 segundos, enquanto em masculinos Ricardo dos Santos também do Benfica voltou aos títulos indoor, registando 47.50 segundos.
 

A terminar a jornada, Rubem Miranda do Sporting venceu o salto com Vara com 5.44 metros, surpreendendo o regressado de lesão Edi Maia, também do Sporting, que saltou 5.32 metros, a mesma marca que Ícaro Miranda do Benfica, terceiro classificado.
 

A segunda jornada dos Campeonatos de Portugal de Pista Coberta continua amanhã, 11 de fevereiro, a partir das 10:30 horas, com a realização dos 60 metros barreiras do Pentatlo feminino, com a jornada matutina a incluir ainda a Altura feminina do Pentatlo.
 

Na parte da tarde, a jornada tem início às 14:30 horas com os 60 metros barreiras do Heptatlo, terminando às 18:45 horas.
 

Resultados da 1ª jornada 

Partilhe!