Mais equilibrada a luta masculina, mas as leoas dominam em femininos

 

As equipas do Benfica, masculinos, e Sporting, em femininos, lideram as finais dos Campeonatos Nacionais de Clubes, I Divisão, que se desenrolam em Leiria, no Estádio Dr. Magalhães Pessoa.

 

A prova masculina, mais equilibrada, pende para os encarnados graças às sete vitórias conseguidas nas dez provas do programa (somando 77 pontos), com o Sporting a triunfar em três momentos, mas a ser segundo classificado em todas as outras provas, totalizando 73 pontos.

 

Luta também equilibrada para o pódio por parte das equipas do Sporting de Braga (48 pontos) e Juventude Vidigalense (44). Jardim da Serra e ADRAP (32 pontos), CA Seia (29) e GD Estreito (24) lutam para fugir ao último lugar.

 

Em termos individuais, destaque para a “surpresa” Nelson Évora, no salto em comprimento, uma das três vitórias do Sporting (Carlos Nascimento e João Vieira foram os expoentes), enquanto no Benfica, os principais destaques surgem com os triunfos de Leandro Ramos (que teve um lançamento nulo perto do seu recorde de Portugal), e Isaac Nader (este mais surpreendente) e da estafeta de 4x100 metros, sendo os triunfos de Raidel Acea, Edward Zakayo e Tsanko Arnaudov.


Em femininos, o Sporting mostrou toda a sua hegemonia, com nove triunfos nas onze provas do programa. Apenas fugiram às leoas os triunfos nos 1500 metros (por Marta Pen, do Benfica) e 3000 m obstáculos (Joana Soares, Jardim Serra).

 

Com isto, o Sporting lidera com 85 pontos, 12 pontos mais que o Benfica (73 pontos), que segue em segundo. A luta pelo último lugar do pódio está “acesa” com Juventude Vidigalense (49 pontos) e Sporting de Braga (48). Depois, temos o Jardim da Serra (41), Grecas (37), Eirense (31) e Estreito (30).

 

Individualmente, Irina Rodrigues conseguiu um excelente resultado no disco, Cátia Azevedo não deixa ninguém quebrar a sua hegemonia nos 400 metros e Vânia Silva continua a ser a referência no martelo. Lorene Bazolo, Jessica Augusto, Anabela Neto, Evelise Veiga, Vitória Oliveira e o quarteto da estafeta confirmaram o seu favoritismo.

 

Mais informações sobre a segunda jornada na página da prova, e nos resultados em direto.

 

Vencedores individuais:
Masculinos
100 m (v: +0.4 m/s) - Carlos Nascimento (Sporting), 10.39 s.
400 m - Raidel Acea (Benfica), 47.05 s.
1500 m – Isaac Nader (Benfica), 4.09,49m.
5000 m – Edward Zakayo (Benfica), 14.17,41m
Comprimento - Nelson Évora (Sporting), 7,58 (-1.1).
Vara – Diogo Ferreira (Benfica)
Peso - Tsanko Arnaudov (Benfica), 18,85 m
Dardo – Leandro Ramos (Benfica), 72,66 m.
5 000 m Marcha - João Vieira (Sporting) 19:38.60.
4X100 m - Sport Lisboa Benfica, 40,27 s.

Femininos
100 m (+0.0 m/s) - Lorene Bazolo (Sporting), 11.54 s
400 m - Cátia Azevedo (Sporting), 53.43s.
1500 m – Marta Pen Freitas (Benfica), 4.21,52m.
5000 m – Jessica Augusto (Sporting), 16.22,72 m.
3000 m obstáculos – Joana Soares (J. Serra), 9.55,86
Altura – Anabela Neto (Sporting), 1,74
Comprimento – Evelise Veiga (Sporting), 6,18 m.
Disco – Irina Rodrigues (Sporting), 60,74 m).
Martelo - Vânia Silva (Sporting), 61,64m.
3000 m marcha – Vitória Oliveira (Sporting) 13.06,03.
4x100 m – Sporting CP, 45,56.