Realizou-se hoje, no Jamor, numa organização da Federação Portuguesa de Atletismo com a Associação de Atletismo de Lisboa, as provas de observação integradas no plano de preparação e seleção para os Campeonatos da Europa de Nações – Superliga, que se realizam a 29 e 30 de maio, no Silesian Stadium, em Chorzów, na Polónia.

 

Em destaque estiveram os atletas Mauro Pereira, do Centro Popular de Trabalhadores de Sobral de Ceira (CPTSC), que venceu os 400 metros masculinos, com a marca de 46,41 segundos, recorde pessoal e melhor marca da época na distância; e Delvis Santos, do SLB, com as vitórias, primeiro nos 100 metros, com o tempo de 10,66 segundos; e, depois, nos 200 metros, com a marca de 20,78 segundos, recorde pessoal e melhor marca nacional da temporada. Também o segundo classificado, Frederico Curvelo, do Sport Lisboa e Benfica (SLB), melhorou a sua melhor marca na distância de 200 metros, ao concluir a prova com o tempo de 21,21 segundos.

 

Do lado feminino, destaque para Dorothé Évora, do SCP, que se classificou em segundo lugar na prova de 400 metros, com a marca de 54, 96 segundos, a melhor marca na distância esta época realizada pela atleta, que em 2018 integrou a equipa nacional na estafeta 4x400 metros, que venceu os Campeonatos da Europa de Nações, e colocou Portugal na Superliga. A prova de 400 metros femininos foi ganha pela britânica Lily Beckford, com o tempo de 53,55 segundos.

 

As britânicas estiveram também em destaque nas provas femininas de 100 e 200 metros, embora a primeira tenha sido ganha pela equatoriana Gabriela Suarez, do SLB, com o tempo de 11,70 segundos. As britânicas Ama Pipi e Bianca Williams classificaram-se, respetivamente, em segundo e terceiro lugares, com a marca de 11,75 e 11,90 segundos. Catarina Lourenço, do SLB, foi a portuguesa mais rápida a cumprir a distância, terminando na quinta posição, com o tempo de 12,14 segundos. Pipi e Suarez trocaram de posições na prova de 200 metros, com a primeira a concluir a prova em 23,33 segundos e a segunda em 23,39 segundos. Leonor Ferreira, do SLB, foi a primeira portuguesa, no sétimo lugar, com o tempo de 24,33 segundos.

 

Vera Barbosa, dos SCP, venceu os 400 metros barreiras com a marca de 57,75 segundos. Jéssica Inchude, do SCP, venceu o lançamento do peso, com a marca de 17,39 metros. Marlene Araújo, do Sporting Clube de Braga, venceu o lançamento do dardo, com a marca de 37,82 metros. Marta Onofre, do SCP, venceu o salto com vara, com a marca de 3,95 metros.

 

Voltando ao setor masculino, Diogo Mestre, da ADRAP, ganhou ao sprint a prova de 400 metros barreiras, com a marca de 51,90 segundos. Francisco Fernandes, da Casa do Benfica de Faro, venceu o lançamento do dardo, com a marca de 61,01 metros. Diogo Prudêncio, do SLB, venceu o salto em comprimento, com a marca de 5,79 metros. Já no salto com vara foi ganho por Diogo Ferreira, com a marca de 5,15 metros.

 

Os resultados completos podem ser consultados em LiveRun - 2021.