12ª classificada na maratona de Valência, com 2:26.40 (recorde pessoal)

 

Catarina Ribeiro conseguiu hoje obter a marca de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 ao terminar a Maratona de Valência com a marca de 2:26.40 horas.

 

Passando à meia maratona em 1:13.09, quando registava uma média de 3.28 minutos por quilómetro, a sportinguista terminou no 12º lugar numa prova de enorme nível, obtendo um recorde pessoal melhorado em mais de três minutos, que a leva para o top 10 do ranking português de sempre.

 

A corrida foi dominada pelas atletas etíopes, com Roza Dereje a triunfar em 2:18.30, batendo claramente o anterior máximo (2:21.14) que a sua compatriota Ashete Dido tinha estabelecido no ano passado. Completaram o pódio Azmera Abreha (2:18.33) e Birhane Dibaba (2:18.46). Outra portuguesa, Vanessa Carvalho, estreou-se na distância com a marca de 2:40.29 (35º lugar). Inês Monteiro desistiu depois dos 25 km.

 

Na prova masculina, vitória do estreante Kinde Atanaw Alayew (Etiópia), com a marca de 2:03.51, recorde da prova (era de 2:04.31, de Leul Bebresilase, do ano passado), à frente do turco Kaan Kigen Ozbilen, que cortou a meta em 2: 04.16 (recorde da Europa), e do etíope Guuye Adola (2:04.42).

 

Quanto aos portugueses, o melhor foi o benfiquista Rui Pinto, 47º classificado, com 2:15.30, melhorando o seu recorde pessoal em 3.39 minutos (era de 2:19.09), enquanto Jorge Varela, do Areias de S. João, terminou em 60º, com 2:18.35, e Nuno Lopes terminou em 63º com a marca de 2:18.58. Samuel Barata desistiu depois dos 30 km, Hermano Ferreira depois da meia maratona.

 

Entretanto, na prova complementar de 10 km, o ugandês Joshua Cheptegei, campeão mundial de corta-mato e campeão mundial de 10.000 metros 8Doha’2019), cumpriu o objetivo da prova e correu os 10 km em 26.38 minutos, um novo recorde mundial!