Na sequência das últimas orientações emitidas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) relativas à realização de eventos de massas no contexto do COVID-19, a Federação Portuguesa de Atletismo emitiu um comunicado relativamente às medidas que vai adotar no que se refere a competições, atividade da Seleção Nacional, estágios e formações. O mesmo comunicado inclui ainda recomendações dirigidas a toda a comunidade do atletismo, bem como às Associações Regionais.

Conheça as datas das competições nacionais e internacionais de 2019

 

 

Por António Graça, treinador nacional de meio fundo – área jovem

(Foto: DR)

Esta é uma situação nova, nunca experienciada pelos treinadores. Como tal, requer adaptação, criatividade e bom senso. Neste contexto, como podemos continuar a manter minimamente o treino de um grupo de jovens atletas da área da resistência?

 

 

Os tempos que vivemos obrigam a abrandar e a redefinir rotinas e objetivos. Aproveitemos para saber mais sobre a modalidade que praticamos. Começamos com algumas sugestões de autores portugueses, que podem ser consultadas no ficheiro, em PDF.

 

AnexoTamanho
PDF icon LivrosPortuguês.pdf307.16 KB

 

 

Foto: DR

 

A estratégia para um bom estado nutricional e de hidratação, que mitigue os efeitos da redução da atividade física, do stresse e da ansiedade, começa em casa, na lista de compras que vai permitir, em tempo de COVID-19, fazer escolhas nutricionais inteligentes – e conscientes – quando for às compras.

 

 

 

A pandemia COVID-19 não obriga apenas a adequar os treinos. É preciso adotar estratégias nutricionais para mitigar os efeitos da menor atividade física, do stresse e da ansiedade.

 

 

Foto: Getty Images

À medida que a pandemia COVID-19 exige cuidados de higiene e segurança redobrados, proliferam artigos sobre a importância de ingerir alimentos e suplementos que fortaleçam a imunidade, tornando o nosso organismo menos suscetível a contrair a doença. Mas até que ponto estas afirmações têm suporte científico? Haverá mesmo alimentos/suplementos capazes de nos tornar menos suscetíveis ao COVID-19?

 

Uma situação de confinamento voluntário ou obrigatório traz novos cenários ao nosso quotidiano. 

 

Texto do Doutor João Lameiras (Psicólogo da Equipa Multidisciplinar da Federação Portuguesa de Atletismo)

 

O surto de coronavírus 2019 (COVID-19) pode ser stressante para as pessoas. O medo e a ansiedade sobre uma doença podem ser esmagadores e causar emoções fortes em adultos e crianças. Lidar com o stresse fará com que o próprio, as pessoas de quem gosta e a sua comunidade se tornem mais fortes.

 

 

Na avaliação feita às medidas tomadas pelo Governo de Portugal, a Federação Portuguesa de Atletismo exorta os seus associados e demais interessados a privilegiarem os contactos telefónicos ou por via digital (email) no decorrer da próxima semana.

 

A tendência é evitar ao máximo os contactos presenciais para prevenir situações de possível contágio.

 

A situação será reavaliada no final da próxima semana.


 

Páginas