Sportinguista consegue marca de qualificação para os Mundiais de 2019. Lisboa também com bons resultados

 

Irina Rodrigues conseguiu hoje a marca de qualificação para os Mundiais de Doha, ao lançar o disco a 62,07 metros, 87 centímetros acima do exigido.

 

A internacional portuguesa, que já lançara acima de 60 metros em duas ocasiões, primeiro 60,42 m, na Marinha Grande (27 abril), depois 60,81 m, em Castellón, Espanha (25 maio), volta a garantir presença numa grande competição.

 

Liliana Cá perto dos 60 metros no Jamor 

 

No dia de hoje, realizaram-se provas de preparação no Jamor (Oeiras), que proporcionaram a obtenção de boas marcas, destacando-se Liliana Cá, para além de Júlio Almeida, com marca para Europeus sub20, e o iniciado Sisinio Ambriz a ser o melhor de sempre no triplo

 

A sportinguista Liliana Cá conseguiu hoje a sua melhor marca deste ano, ao lançar o disco a 59,69 metros, perto dos 60 metros, numa prova em que Jessica Inchude (Sporting) lançou a 51,81m, tendo feito ainda 16,37 metros no lançamento do peso. Nesta prova, em masculinos, Otoniel Badjana (Benfica) lançou a 16,20 m, ele que há dias lançara a 17,01 metros. 

 

Mas uma das notas do dia vai para o júnior Júlio Almeida (Benfica), que fez 15,08 metros (v: + 1,5 m/s) no triplo, obtendo marca de qualificação para os Europeus da categoria, derrotando o sub23 Denil Baía (Sporting), com 14,84 (+0,6) e o iniciado Sisínio Ambriz (Benfica), que saltou 14,04 m (-0,7), a melhor marca nacional de sempre de um atleta da sua idade!

 

Destaque ainda para o triunfo de Vera Barbosa (Sporting) na pouco usual prova de 300 m barreiras (40,91 segundos); para os 26,05 s da iniciada Leonor Ferreira (Maratona), nos 200 metros (v:-0,2 m/S).

 

Resultados completos na página da Associação de Atletismo de Lisboa.