Miguel Moreira, Nuno Pereira e Rogério Amaral também nas finais

 

Mariana Machado conseguiu o apuramento direto para a final dos 1500 metros nos Campeonatos Europeus Sub20, que se estão a disputar em Boras, na Suécia. A portuguesa venceu a sua meia-final com a marca de 4.27,14 minutos. Numa prova muito tática, e mais lenta do que a primeira meia-final, a bracarense teve que mudar de ritmo para garantir o apuramento direto. 

 

Para Mariana Machado, “chegar aqui com o melhor tempo europeu é uma pressão completamente diferente. Antes chegava aos Campeonatos e olhava para as mais rápidas, porque queria ser como elas, mas agora são elas que olham para mim como a atleta a bater. É uma sensação incrível! O facto de a minha mãe ter sido atleta ajuda muito, porque ela está dentro do assunto e também tem muita experiência, o que é uma vantagem para me poder ajudar”.

 

A final dos 1500 metros femininos, será no próximo domingo, às 17.30 horas.

 

Nos 1500 metros masculinos, duas qualificações diretas para a final, através de Miguel Moreira, quarto na segunda meia-final, com 3.49,46 minutos, e de Nuno Pereira, também quarto na primeira meia-final, com 3.50,48 minutos, enquanto Martin Monteiro ficou pelo caminho, em 18º na geral, com 3.54,32 m.

 

No final da prova, Miguel Moreira referiu que atingiu “o principal objetivo, passar à final, mas numa prova muito tática”. Para ele, “ter dois Portugueses na final vai ser uma vantagem porque assim consigo ter uma referência de quais são os atletas mais rápidos na final. É sempre melhor que sejamos dois do que só um”. 

 

Nuno Pereira também refere que a sua meia-final foi “bastante tática, mas não muito lenta, o que foi bom para os atletas que precisam de ser repescados. Felizmente, consegui gerir bem a prova e terminar em quarto lugar sem dar o máximo possível. Agora é descansar e recuperar para a final de sábado”.

 

Na última prova do dia, Rogério Amaral correu a segunda meia-final dos 3000 metros, a mais rápida, e apesar de ser 9º classificado apurou-se para a final com  a marca de 8.29,68 minutos. A final realiza-se no próximo sábado.

 

Na jornada da manhã, Portugal não foi feliz com as participações dos seus atletas. A melhor mesmo foi Ivanilda Lopes, sétima classificada no seu grupo de qualificação (14ª na geral) do lançamento do disco, com a marca de 48,47 metros, perto do seu recorde pessoal. Ficou à beira do apuramento.

 

Nos 400 metros femininos, Fatoumata Diallo ficou em quinto lugar na sua série, com 55,83 (o seu melhor deste ano), sendo 20ª na geral, ficando fora da meia-final.

 

Em masculinos, Rui Corvelo foi sexto na sua série de 100 metros (11,09), sendo 29º na geral.

 

Já no salto com vara, Pedro Buaró passou 5,00 metros, mas não conseguiu o apuramento para a final. Foi 17º na geral.