Foto: DR

Esta é uma das questões que mais tem suscitado dúvidas nos últimos tempos. Para já, parece que a resposta é negativa, mas é sempre melhor prevenir.

 

Uma das perguntas que mais tem sido feita, à medida que cresce a pandemia COVID-19, é a que se refere ao facto de o vírus poder ou não ser transmitido através dos alimentos. Mónica Sousa, nutricionista da Federação Portuguesa de Atletismo, responde à questão do seguinte modo: “O European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC) refere que não existe até à data evidência que indique que os alimentos, mesmo de origem animal, sejam uma fonte de contaminação por COVID-19.”

 

Apesar disso, esta nutricionista recomenda que sejam tidos cuidados durante a manipulação e confeção de alimentos, tais como:

  1. Efetuar uma higienização frequente das mãos
  2. Higienização frequente de superfícies
  3. Higienização correta de alimentos crus, e impedir contaminação cruzada
  4. Confeção de alimentos a temperatura adequada
  5. Respeito pelas normas de etiqueta respiratória

 

Além destas atitudes, Mónica Sousa recomenda que, em caso de dúvida, sejam sempre consultadas fontes de informação fidedignas.

 

Direção Geral de Saúde: https://covid19.min-saude.pt/; https://www.dgs.pt/

 

Serviço Nacional de Saúde: https://www.sns.gov.pt/

 

Linha de Saúde 24: https://www.sns24.gov.pt/; 808 24 24 24

 

Organização Mundial de Saúde: https://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019

 

Lei também:

COVID-19: Desafios nutricionais dos atletas

Não há alimentos/suplementos que promovam imunidade ao COVID-19

Compras nutricionais inteligentes em tempos de COVID-19