O momento mais alto do meeting de Madrid surgiu no triplo-salto feminino, com o recorde mundial em pista coberta obtido pela venezuelana Yulimar Rojas que saltou 15,43 metros (marca superior ao seu recorde absoluto) ficando a 7 centímetros do recorde mundial absoluto (15,50) que pertence a Inessa Kravets desde 1995.

 

Nesta prova, Patrícia Mamona (Sporting) foi terceira classificada com a marca de 14,28 metros e outra portuguesa Susana Costa (Academia Fernanda Ribeiro) foi quinta classificada (13,85 m).

 

Quem esteve em grande plano, também, foi Cátia Azevedo (Sporting), que obteve um recorde pessoal nos 400 metros em pista coberta (5ª, com 53,10 segundos).

 

Recorde pessoal também para Mariana Machado (Sporting de Braga) nos 1500 metros, com 4.12,52 minutos (9ª), a menos de um segundo do recorde nacional sub23.

 

Houve mais portugueses em prova. No lançamento do peso, Francisco Belo (Benfica), foi sétimo, com 19,90 metros. O vencedor foi o croata Filip Mihaljevic, com 21,74 m arrancados no último ensaio, ultrapassando o polaco Konrad Bukowiecki (21,73).

 

Nos 60 metros, o sportinguista Yazaldes Nascimento foi sexto na eliminatória com 6,76 segundos. 
 

 

Quanto ao triplo-salto, Nelson Évora fez três saltos nulos.