SuperLiga do Europeu de Nações, onde compete Portugal, muda-se para a Polónia

 

O Conselho da European Athletics, reunido em vídeo conferência de 10 a 12 de novembro, tomou várias decisões sobre o futuro da modalidade, mas deixou outras tantas em aberto.
Logo nos primeiros dias surgiram as decisões sobre locais de grandes competições, nomeadamente a atribuição dos Europeus de Pista de 2024 à cidade de Roma (Itália), dos Europeus de Pista Coberta de 2023 a Istambul (Turquia) e dos Europeus de Corta-mato de 2021 a Fingal-Dublin (Irlanda) e de 2022 a Turim (Itália).

 

Os Campeonatos Europeus de Atletismo de 2024 foram atribuídos a Roma (Itália). Foi a primeira grande decisão do 160º Encontro do Conselho Europeu de Atletismo, nesta terça-feira (10), numa reunião que decorreu online.

 

Após o triunfo da proposta italiana, a candidatura de Katowice-Silésia (Polónia), tem agora oportunidade para apresentar a sua proposta para futuras edições. 

 

 

Terminaram ontem os Campeonatos Europeus de Masters Non Stadium da European Masters Athletics, que se realizaram na Madeira, numa organização local da Associação de Atletismo da Região Autónoma da Madeira.

 

A competição começou na quinta-feira, com a prova de 10 km marcha. As portuguesas Felicidade Rosa, Andreia Freitas e Sandra Quelhas foram as mais rápidas, com os tempos, respetivamente, de 56m36s, 57m28s e 57m38s. Do lado masculino venceu o alemão Steffen Borsch (51m29s). O português Alexandre Monteiro conquistou a terceira posição (52m13s).

 

 

A seleção nacional masculina alinhou à partida dos Campeonatos do Mundo de Meia Maratona, que se realizaram hoje em Gdynia, na Polónia, representada por Samuel Barata, Rui Pinto, Luís Saraiva e Nuno Lopes, que alcançaram o 19.º lugar naquela que foi a estreia de todos os elementos da equipa nesta competição. Samuel Barata foi o melhor português, em 40.º lugar, com a marca de 1h02m19s, recorde pessoal, cumprindo, assim, o objetivo a que se propôs nesta que foi a sua estreia nesta competição.

 

 

Realizam-se amanhã em Gdynia, na Polónia, os Campeonatos do Mundo de Meia Maratona, a única competição internacional da World Athletics neste atípico ano de 2020, na qual Portugal estará representado por uma delegação da Federação Portuguesa de Atletismo composta por seis atletas: Jessica Augusto, Sara Moreira, Rui Pinto, Samuel Barata, Nuno Lopes e Luís Saraiva.

 

Jorge Salcedo, de casaco vermelho, ao lado do presidente Jorge Vieira, no Europeu de Lisboa 2019

 

A Federação Portuguesa de Atletismo informa que o português Jorge Salcedo foi nomeado para integrar o grupo de trabalho “Technical Officials Education and Certification System” da World Athletics.

 

O conhecido dirigente e juiz internacional, que fez parte do Comité Técnico da IAAF desde 1992, sendo seu presidente desde 1997 até 2016, altura em que a World Athletics reformulou a sua estrutura.

 

A benfiquista vence a prova no Meeting de Barcelona com a segunda melhor marca mundial do ano. Mariana Machado foi quarta com recorde pessoal

 

Excelente prova das atletas portuguesas que estiveram presentes no Meeting de Atletismo Cidade de Barcelona, que decorreu hoje no Estádio Joan Serrahima. Ambas alinharam na prova de milha, com Marta Pen Freitas a triunfar em 4.31,73 minutos, a melhor marca portuguesa do ano na distância, e que é também a segunda melhor marca mundial do ano, atrás da alemã Katharina Trost (4.29,35 min).

 

 

A Federação Portuguesa de Atletismo (#FPAtletismo) convoca para representar Portugal nos Campeonatos Mundiais de Meia Maratona, que se realizam no dia 17 de outubro de 2020, em Gdynia (Polónia), os seguintes atletas:

 

Sara Moreira (Sporting Clube de Portugal)

Jéssica Augusto (Sporting Clube de Portugal)

Rui Pinto (Sport Lisboa e Benfica)

Samuel Barata (Sport Lisboa e Benfica)

Nuno Lopes (Individual – Porto)

Luís Saraiva (Sporting Clube de Braga)

 

O português competiu no penúltimo meeting da Liga Diamante perto do seu melhor deste ano

 

Tsanko Arnaudov terminou o seu périplo por meetings na Europa com a sua participação no Meeting Golden Gala Pietro Mennea, em Roma. O atleta do Benfica foi quarto classificado, tendo conseguido a marca de 20,60 metros ao quarto ensaio, ficando a nove centímetros do terceiro lugar, que foi para o italiano Leonardo Fabbri.

 

Os dois primeiros foram os norte-americanos Nick Ponzio (21,09 metros) e Payton Otterdahl (20,85 m).

 

Páginas