Foto AAL / Facebook

 

O benfiquista Vitor Korst conseguiu hoje a terceira marca nacional de sempre no salto em altura, ao passar a fasquia colocada a 2,25 metros. O atleta ainda tentou os 2,29 m, tentativa de recorde de Portugal, mas não o conseguiu por muito pouco.

 

Assim, prevalece o recorde de Portugal conseguido este ano por Paulo Conceição (2.28 m), em pista coberta e também é dele a segunda marca de sempre (2,25). Vitor Korst é já o segundo português de sempre.

 

Na mesma prova, que se realizou no Estádio Universitário, em Lisboa, organizada pela Associação de Atletismo de Lisboa, Gerson Baldé (Benfica) saltou 2,11 m e Francisco Barreto (Sporting Braga) saltou 2,02 m.

 

Nas corridas, Isaac Nader (Benfica) fez a sua melhor marca deste ano em 1.500 metros (3.46,97 minutos); José Carlos Pinto (Benfica) registou 49,27 segundos nos 400 metros; enquanto João Coelho (Benfica) correu os 300 metros em 34,08 segundos, com o júnior do Seia, Ericsson Tavares, a conseguir 35,40 segundos.

 

Destaque ainda para o juvenil Diogo Barrigana, que correu os 110 metros barreiras (altura de 1,00 m) em 14,94 segundos.

 

Em femininos, Catarina Lourenço (Benfica) correu os 300 metros em 40,13, registando-se ainda a presença de Teresa Vaz Carvalho (Benfica) no salto em comprimento (5,80 m, com vento +0,5).

 

Na pista do Lumiar, também com organização da AAL, destaque para Tiago Aperta (Novas Luzes), que lançou o dardo a 71,62 metros, a sua melhor marca deste ano.


 

Categoria: